crônica

Quanto Vales?

por Jan Parellada

– Quanto custa a tua alma? – Não tenho ideia. – Anda, criatura, põe logo um preço na mercadoria, resta-me…

artigo

Conflito Básico

por Jan Parellada

Todos nascemos com um conflito básico, duas instruções do nosso DNA que se contradizem, se opõem. A primeira dita que…

poema

Eu e o Espelho

por Jan Parellada

Enfim sós, eu e o espelho, ambos sorrindo, nem sempre foi assim, sobrevivente, oportunista, sou um filho bastardo de Deus,…